maio 14, 2010 - Crônicas    1 Comment

O Esquilador

O Esquilador

Por Artur P. dos Santos

“As tesouras cortam em um só compasso
enrijecendo o braço do esquilador”.

Também roubaste galinhas? Era a pergunta comum quando alguém aparecia de cabeça raspada na pequena cidade, onde todos conheciam todos. Tudo por conta de alguns rapazes que tentaram surrupiar algumas penosas para festejar o aniversário de um deles e foram pegos em flagrante e levados até a autoridade policial,

O delegado da época sabia que não era caso extremo. Aquilo não passava de arroubo de jovens e determinou que todos tivessem a cabeça raspada, como punição..

Enquanto isso o cabelo do rapazote continuava espetado. Sentia vontade de raspá-lo, quem sabe ao crescer viesse diferente. Talvez com a possibilidade de armação daquele topete que tanto admirava nos mocinhos dos filmes que assistia aos domingos no único cinema da cidade. Faltava-lhe, entretanto, coragem para enfrentar a gozação dos amigos.

À medida que o tempo passava, seu cabelo tomou outra forma, dificultando-lhe a manutenção sobre a cabeça quando o nordeste soprava mais forte. Depois veio a necessidade de reparti-los para fechar a clareira que se acentuava no ponto mais alto de sua mediana estatura.

Os anos passaram, A cidade cresceu. Seus habitantes eram outros. Talvez ninguém mais lembrasse do episódio das galinhas e ele voltou a pensar em raspar a cabeça. Já não sentia constrangimento e aprendera a assimilar todas as observações feitas sobre o avançado espaço sem cabelos no mesmo lugar que antes tentava esconder.

Sentou-se na cadeira do salão de costume e foi apresentado ao responsável pelo corte daquele dia. Era véspera de natal e estava disposto a raspar a cabeça antes de passar alguns dias no litoral.

Não era o mesmo profissional que conhecia. Era novo no estabelecimento e ele tratou de questioná-lo sobre a habilidade que possuía.

À medida que ia sendo informado do currículo, foi criando coragem para pedir que passasse a máquina número três, Avaliaria e, se gostasse, passaria para a de número dois. Afinal, foi informado de que o homem tinha trinta e quatro anos de idade, dez como profissional no corte de cabelos, trabalhando em um salão com seu pai, com quem aprendera tudo.. E mais, dos dezenove aos vinte e quatro havia trabalhado na tosquia de ovelhas na fronteira gaúcha. Podia confiar.

maio 11, 2010 - Últimas Notícias    No Comments

Prêmio LiteraCidade – 2010/1

Prêmio LiteraCidade – 2010/1

Poemas, contos e crônicas – tema livre

Os professores Abilio Pacheco e Deurilene Sousa – organizadores da Antologia Literária Cidade – promovem este prêmio literário nacional com o intuito de incentivar novos talentos literários, valorizar produtores literários já existentes e trazer a lume para o público da Região Norte estes nomes, de modo a valorizar, incentivar e promover a leitura.

1. Diretrizes

1.1 – Podem participar autores residentes em todo o território nacional devendo enviar textos inéditos em três vias sob pseudônimo, conforme o gênero:

Poemas: até 03 poemas de, no máximo, duas páginas;

Contos: até 02 contos de, no máximo, quatro páginas;

Crônicas: até 03 crônicas de, no máximo, três páginas;

 

2. Do Envio

Enviar os textos sob pseudônimo num envelope maior e num envelope menor lacrado a identificação do autor: nome completo, nome literário, pseudônimo empregado, título(s) do(s) texto(s), endereço completo (não esquecer o cep), RG, data de nascimento, telefone para contato (inclusive DDD), email (mesmo que de um amigo) e breves dados biográficos (no máximo 7 linhas). Declaração de concordância com o regulamento e de cessão dos direitos autorais do texto, se premiado, para compor o livro objeto deste concurso.

2.1 – Do lado externo do envelope pequeno escrever pseudônimo e título(s) do(s) texto(s).

 

3. Das inscrições:

3.1 – A inscrição no concurso é de R$ 20,00 por categoria, o que corresponde à aquisição antecipada de um exemplar da publicação objeto deste concurso (já inclusa a taxa de correio). Para inscrição nas três categorias, o participante efetuará a inscrição no valor de R$ 50,00 equivalente a aquisição de três exemplares da publicação citada.

3.2 – O valor das inscrições poderá ser depositado no Banco do Brasil ag 3702-8 conta corrente 17278-2 Titular: Abilio Pacheco de Souza, ou através de cheque remetido dentro do envelope.

3.3 – Inscrições unicamente via correios até o dia 15 de junho de 2010 (valendo o carimbo dos correios)

Endereço: Caixa Postal 5098 – CEP 66645-972 – Belém-PA.

 

4. Premiação

A premiação consistirá na publicação dos textos na Antologia Literária Cidade.

No mínimo 10 poemas, 5 contos e 5 crônicas e, no máximo, 30 poemas, 10 contos e 10 crônicas (a critério da comissão julgadora), serão publicados num mesmo volume da Antologia Literária Cidade sozinhos ou junto a outros trabalhos inscritos da modo tradicional.

Os autores dos textos premiados receberão a título de premiação 10 exemplares, sem mais custos.

4.1 – Não haverá prêmio de edição com convite para edição cooperativada nem aceitaremos (por uma questão de coerência) a publicação dos textos não premiados neste certame no volume da antologia objeto deste concurso ou nos volumes seguintes.

4.2 – Não haverá premiação distinguindo classificação ordinária (primeiro, segundo, terceiro…) nem menções.

4.3 – O mesmo autor poderá ter textos premiados em apenas duas das três categorias, de modo a contemplar uma quantidade maior de premiados.

 

5 – Demais Informações:

5.1 – A comissão julgadora será formada por pessoas com reconhecida competência na área e seus nomes serão divulgados por ocasião do resultado do concurso.

5.2 – O resultado será divulgado no blog: premioliteracidade.wordpress.com

5.3 – Informações pelo email: premioliteracidade@bol.com.br ou antologiacidade@bol.com.br.

5.4 – Os casos omissões serão resolvidos oportunamente pela comissão organizadora ou pela comissão julgadora, ou por ambas, conforme o caso.

Belém, 15 de Abril de 2010.

maio 11, 2010 - Últimas Notícias    No Comments

XIII Prêmio Cidadão de Poesia

XIII Prêmio Cidadão de Poesia

Realização: Sindicato dos Empregados no Comércio de Limeira – Sinecol

1) Objetivo: Incentivar a Poesia em Língua Portuguesa, revelando novos autores.

2) Categorias:

• Livre (aberta para autores de qualquer origem e idade).

• Regional (exclusivo para poetas nascidos ou residentes nas cidades da base do Sinecol: Limeira, Araras, Leme, Iracemápolis, Cordeirópolis e Conchal). Nesta categoria, o poeta deve enviar junto com o poema e dados pessoais uma cópia de documento de identidade ou comprovante de residência que o habilite.

3) Apresentação dos Trabalhos:

• Os trabalhos devem ser apresentados de forma datilografada ou impressa.

• Cada poeta deverá inscrever um poema de até 40 linhas, em quatro vias.

• No trabalho, deverão constar o título do poema e o pseudônimo do autor.

• Em folha à parte, o autor colocará o seu nome completo, endereço para correspondência completo, telefone, e-mail (se tiver), o título do poema, o pseudônimo e a Categoria em que pretende se inscrever (Livre ou Regional).

4) Inscrições (gratuitas):

• As inscrições devem ser feitas de15 de março a 14 de maio de 2010, valendo o carimbo dos Correios como comprovante em caso de remessa postal.

• O endereço para entrega dos trabalhos é: Praça Adão Duarte, 32– Vila Paulista–Limeira/SP– Cep 13484-044. Fone (19)3451-1271.

5) Seleção e premiação:

• Um júri formado por pessoas reconhecidamente capacitadas no Campo da Literatura e das Artes escolherá os melhores trabalhos.

• O primeiro colocado de cada categoria recebe o Troféu Cidadão e R$ 500,00 (Quinhentos Reais), cada um.

• O segundo e terceiro colocados de cada categoria recebem o Troféu Cidadão.

• Poderá haver distribuição de diplomas de “menção honrosa” a quem fizer jus, de acordo com critérios da Comissão Julgadora.

• A premiação será em agosto, em dia e local a serem comunicados com antecedência. Haverá homenagem ao artista limeirense Emanuel Massaro. O endereço será divulgado com antecedência.

O ato da inscrição implica na aceitação deste regulamento. Dúvidas serão dirimidas pelo fone (19)3451-1271, com as secretárias, ou com Otacílio, através do e-mail otacilio33@hotmail.com.

Otacílio Cesar Monteiro

Organizador

Nivaldo Paresque

Diretor de Cultura e Lazer

Paulo Cesar da Silva

Presidente do Sinecol

maio 6, 2010 - Últimas Notícias    No Comments

Fórum Gaúcho de Bibliotecas Escolares e Públicas

Ocorre no dia 14 desse mês, em Osório, o Fórum Gaúcho de Bibliotecas Escolares e Públicas. O tema é Cidadão Leitor – A integração das bibliotecas escolares, públicas e comunitárias na inclusão social e acesso à leitura.

Local: Câmara de Vereadores de Osório.
Inscrições (200 vagas): fiscaletica@terra.com.br , crb10@terra.com.br ou (51) 3232-2880 (51) 3232-2856.
Para mais informações acesse www.forumbiblioetcars.wordpress.com .

maio 5, 2010 - Poemas    1 Comment

O outono

O outono

Por Suely Braga, Osório 05.05.2010

As folhas mortas
despencam
lambendo as calçadas.

Um grão de areia
pendurado numa folha,
desliza solitário
pelas estradas
até chegar o inverno.

maio 4, 2010 - Últimas Notícias    No Comments

Semana Cultural de Imbé

O presidente da AELN, escritor e poeta Delalves Costa, participou da Semana Cultural de Imbé, no Município de Imbé, representando a Entidade. No uso da palavra, após saudar os participantes e agradecer ao convite da Diretora de Cultura Sirley Quadros, teceu comentários sobre a importância deste evento cultural, em que alunos e professores da rede municipal apresentaram peças teatrais, recital de poesias dos poetas Delalves Costa e Evanise Bossle, leituras de trabalho da escritora e historiadora Leda Saraiva e apresentações de atividades sobre grandes escritores brasileiros, como Machado de Assis e José de Alencar. Também foi realizado uma justa homenagem aos autores de Imbé, com referência ao legado literário que deixaram (e ainda deixam) para o Município. É a Academia dos Escritores do Litoral Norte se fazendo presente em eventos culturais na região

Fonte: Delaves Costa

maio 3, 2010 - Últimas Notícias    No Comments

Eventos Culturais dão o tom às comemorações da Biblioteca Fernandes Bastos

Eventos Culturais dão o tom às comemorações da Biblioteca Fernandes Bastos

De 05 a 09 de julho, a Biblioteca Pública Municipal Fernandes Bastos está festejando 67 anos de fundação. Para comemorar a data, a direção e a coordenadora, bibliotecária Rosane Hammel, organizaram uma série de eventos. O público está convidado desde já a participar do tradicional Sarau Literário, na quinta-feira (08), em homenagem aos escritores Guido Muri e Betinho; da Exposição “Ausências”, com 19 poesias de delalves Costa e Varal Literário.

Dentro das atrações comemorativas, destaca-se o “Mês do perdão”. A iniciativa consiste em regularizar a situação de todos aqueles que estão em débito com a biblioteca. Para o leitor, o “Mês do Perdão” representa a oportunidade de voltar a ter acesso a um acervo aproximado de 30.000 obras, que estão em processo de informatização. No prédio, ainda, encontramos o Arquivo Histórico, o Museu Antropológico, a Sala Verde – um espaço para o meio ambiente – e a Sala de Leitura Infantil.

A Biblioteca foi criada em 15 de março de 1943 e denominada Biblioteca Pública Municipal “Fernandes Bastos”, em 05 de julho do mesmo ano. Vinte anos depois, em 1963, foi celebrado convênio para que a Biblioteca funcionasse junto ao Colégio Conceição. Somente em 1985, houve a reinauguração com um novo acervo organizado e classificado, atendendo os seus leitores e pesquisadores em uma sala do Edifício mergulhão. Em 1987 foi transferida para o local onde se encontra hoje, no prédio da Antiga Prefeitura.

Fonte: Delalves Costa

maio 3, 2010 - Últimas Notícias    No Comments

Ensino, Cultura e Turismo só na Doispontos

Ensino, Cultura e Turismo só na Doispontos

Por Delalves Costa

A revista Doispontos tem atingido um público de leitores cada vez mais diverso, caracterizando-se por ser um espaço para se atualizar nas áreas de ensino, cultura e turismo, independente à formação ou atuação profissional. De periodicidade trimestral – com 4 publicações ao ano, ininterruptas –, sendo a primeira publicação no XIII Fórum Internacional de Educação de 2009, a revista comemora 1 ano em agosto de 2010 de circulação no Litoral Norte. O editor Anderson Alves (mais conhecido por escritor Delalves Costa) é incansável na busca por Empresários que compartilham esta “ideia”, e que, conscientes da importância deste projeto, ofereçam suporte à publicação da revista – e assim valorizar e divulgar o ensino, a cultura e o turismo. Esta parceria resulta numa revista de excelente qualidade gráfica (colorida, papel couche), o que a torna mais atrativa aos leitores. Segundo Anderson, “unir qualidade gráfica e excelentes textos é o nosso diferencial, é o atrativo a mais para quem almeja publicar artigos na revista, difundir o pensamento do povo litorâneo e levar ao conhecimento de todos o que de melhor produzimos na região.

A revista, desde a sua primeira publicação (Especial XIII Fórum Internacional de Educação), já discorreu sobre inúmeros assuntos. Sempre atenta e preocupada em oferecer um leque de novidades ao leitor – por meio de artigos, entrevistas, notícias e informações –, tem despertado nas pessoas o lado “crítico e reflexivo”. É este público que está dando suporte para que a revista se torne a cada dia mais importante, necessária e indispensável para as pessoas que vivem no dia a dia trabalhando pelo Ensino, pela Cultura e pelo Turismo no Litoral Norte. Consolida-se no mercado, ouvindo e disseminando aos quatro ventos a importância de se repensar o meio em que vivemos, através da interação “texto-leitor”. É certo que a maioria das concepções apenas se amplia ou se renova de acordo com o momento vivenciado. E a Dois Pontos está no período de ser experimentada. Ouvir sugestões, aparar as arestas e aceitar novos desafios fazem parte do nosso planejamento. Portanto, leia, comente e invista na divulgação da nossa revista.

A Doispontos é distribuída em instituições de ensino, espaços culturais, órgãos públicos, empresas e, principalmente, em eventos culturais e educacionais, como Feiras de Livros, Exposições artísticas, Eventos de turismo e Fóruns, Simpósios e Conferências de Educação. Mas antes da 4ª edição, o leitor poderá conferir a 3ª edição que será lançada em maio, com excelentes artigos referentes ao ensino de leitura, de música na escola, de como transformar o lixo em luxo e da necessidade de um memorial em Osório. Confira: Artes plásticas – do artesão Darlan Godinho, Meio ambiente – do Diretor de Formação do Sindiágua/RS David Barros, Cultura: a fundação de um Memorial para Osório – do escritor Delalves Costa, Ensino: importância da leitura na formação do cidadão – da professora formada em Pedagogia Daiane Formágio Almeida, e artigos sobre Música, tema central desta edição, da professora e Diretora da Escola Sementinha Maria Beatriz Pelissoli Kohlrausch e do músico e proprietário da Rima Academia de Música Paulo de Campos

maio 3, 2010 - Últimas Notícias    No Comments

Exposição de Poesia “Ausências”

Exposição de Poesia “Ausências”

O Espaço Cultural Conceição apresentou as exposições “Ikebana”, de Eloísa Elena, e “Ausências”, de Delalves Costa, simultaneamente. Entremeado aos arranjos e dezenove poesias, o público pôde conferir no Espaço um ambiente regado à beleza e encanto, com a subjetividade dos versos e a força dos arranjos. Acadêmicos de Letras, frequentadores do Cafezinho Poético Musical e público em geral prestigiaram a exposição, instalada de 19 de abril a 04 de maio, na Galeria de Artes do Espaço Cultural.

Na programação de agosto – de 02 a 14 –, o escritor Delalves Costa volta ao Espaço Cultural Conceição com a Exposição “Discurso”, reunindo dezenove poesias que fazem parte do livro “Fragmentos e iluminuras do discurso pré-maturo”, a ser publicado em 2010. Segundo o autor, “a exposição de poesia é uma forma de universalizar a literatura, aproximar o leitor do texto literário e do autor, tornando-o, assim, na minha experiência, tanto de escritor, como de leitor, mais humano para o leitor”.

Fonte: Delalves Costa

abr 30, 2010 - Últimas Notícias    No Comments

Concurso Nacional Cepe de Literatura Infantil e Juvenil

Concurso Nacional Cepe de Literatura Infantil e Juvenil

Fonte: Mariza Pontes – Assistente de Editoração – Tel.: (81) 3183.2786

Pela primeira vez um estado do Nordeste promove um concurso nacional, que além de estimular o surgimento de novos autores, deverá contribuir para a formação e ampliação do segmento de leitores jovens.

As inscrições ao I Concurso Nacional Cepe de Literatura Infantil e Juvenil, promovido pela Companhia Editora de Pernambuco – Cepe, estão abertas até 30 de junho. Os prêmios somam R$ 32 mil reais, sendo oito mil para o primeiro colocado de cada categoria, cinco mil para o segundo e três mil para o terceiro. Não tem limite de idade.
 
Visite o portal www.cepe.com.br  onde está disponível o regulamento.