set 25, 2015 - Últimas Notícias    No Comments

Leda Saraiva reedita Tramandaí terra e gente

Convite fotografia

A AELN convida para o lançamento da reedição do primeiro livro que conta a história de Tramandaí, escrito pela professora Leda Soares. “Tramandaí terra e gente”está em novo formato ( e-book) e com mais fotografias que fazem a análise de um tempo para outro.

O lançamento será neste domingo ( 27/09) às 19 horas, na Pizzaria Sabor Especial, na Av. Atlântica, 1602, em Tramandaí.

Fonte: Assessoria de Imprensa AELN

set 25, 2015 - Últimas Notícias    No Comments

AELN no Projeto Fortalezas Multimídia

DSC02119

O jornalista Nelson Adams Filho, representando o jornal Diário Gazeta e a Academia dos Escritores do Litoral Norte, participou em São Francisco do Sul, Litoral de Santa Catarina, do workshop de capacitação do Projeto Fortalezas Multimídia. A partir de agora, o jornalista está credenciado a fazer inserções no Banco Mundial de Dados do Projeto Fortalezas que traz quase 2 mil fortificações militares que existem ou existiram no mundo, dentre elas os Fortes São Diogo e Baluarte Ipiranga, em Torres.

Nelson Adams Filho também levou documentação oficial da Prefeitura de Torres, assinada pelo vice-prefeito Ildefonso Brocca, no exercício do cargo, confirmando a exibição da Exposição Itinerante do Projeto Fortalezas. Essa Exposição está atualmente na cidade de Jaraguá do Sul – SC e em janeiro de 2016 se apresentará em Torres.

O Projeto Fortalezas Multimídia é mantido e coordenado pela Universidade Federal de Santa Catarina, com apoio do Exército e de entidades internacionais. No Brasil existem – ou existiram – 520 fortalezas históricas, dentre as quais as de Torres, em 1776 e 1819.

Com a capacitação nesse workshop o jornalista Nelson Adams Filho está credenciado a fazer inserções, alterações, pesquisas para inserir na página referente a Torres no Projeto. Também em Torres está sendo montada uma exposição sobre os Fortes de Torres. Um dos apoiadores da iniciativa é o Rotary Clube de Torres.

Todos os custos iniciais – de passagens, alimentação, materiais para as maquetes – estão sendo bancados pelo jornal Diário Gazeta. A maquete do Forte São Diogo está sendo produzida por Aline Barrim.

A Secretaria Municipal de Cultura e Esportes de Torres, através da secretária Clarice Brovedan e sua equipe de trabalho, está dando apoio à exibição da Exposição Itinerante do Projeto Fortalezas em Torres. As maquetes dos Fortes de Torres e as demais peças que farão parte dessa exposição ficarão em Torres para serem apresentadas nas escolas da cidade e região e em eventos culturais e históricos.

Na foto,o jornalista Nelson Adams Filho tendo ao lado o arquiteto Roberto Tonera, da UFSC, um dos Coordenadores do Projeto Fortalezas Multimídia e membro do Banco Mundial de Dados do Projeto Fortalezas. As demais pessoas da foto são historiadores e professores de São Francisco do Sul, além do sargento Machado, do Forte Marechal Lux existente naquela cidade.O workshop foi realizado nas novas e modernas dependência do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de SC, de São Francisco do Sul.

Em outubro, o Forte Marechal Luz comemora 100 anos de existência, mas São Francisco do Sul já teve outros 2 fortes históricos.

Oa Fortes da Ilha de Florianópolis – são 5 Fortes – recebem uma visitação anual de 400 mil pessoas que pagam ingresso de R$ 8,00 – estudante a metade e idoso grátis – para sua visitação. São as Fortalezas de São José da Ponta Grossa, Anhatomirim, Ratones, Forte de Santana – ingresso gratuito – e Fortaleza de N.S. de Araçatuba – defronte à praia da Pinheira.

Torres também teve 2 Fortes – alias os únicos entre a Ilha de Santa Catarina e Rio Grande – e está inserida no Projeto Fortalezas e Banco Mundial. Só que desconhecia essa participação que foi levantada pelo jornalista Nelson Adams Filho.

Fonte: Assessoria de Imprensa AELN

set 2, 2015 - Últimas Notícias    No Comments

Contação de história para os escoteiros em Tramandaí

01 (2)

02 (2)

No dia 29 de agosto a escritora e contadora de história Carmem Regina Oliveira participou e levou a magia de sua contação às crianças da Alcateia GEMAR Grupo Escoteiros do Mar Tubarão Branco – Tramandaí.  As crianças, na faixa etária de 5 a 10 anos, ficaram encantadas com a  história das bruxinhas Zem e Zim criadas pela própria escritora.

Fonte: Assessoria de Imprensa

set 1, 2015 - Últimas Notícias    No Comments

VII Mostra de Cinema da Escola 9 de Maio, em Imbé

Dia 29, aconteceu a VII Mostra de Cinema da Escola Estadual de Ensino Médio 9 de Maio, entre 8h30 min e meio-dia. A Presidente da AELN, escritora Célia Victorino, e a Patrona da Biblioteca dessa Escola, escritora Leda Saraiva Soares, estavam presentes e participaram do júri. Como foi uma atividade da cadeira de inglês, os atores desempenhavam seus papéis falando este idioma. Os filmes eram legendados. Trabalho muito bom.
Melhor filme: Flower for Elisabeth.
Melhor Diretor: Leonardo Pinheiro.
A escola fervilhava. Os alunos assistiram à Mostra em grande número e com muita vibração. Esta escola trabalha com projetos muito interessantes durante o ano e merece nosso aplauso.
Fonte: Assessoria de Imprensa

VII Mostra Cinema juradas

VII Mostra melhor filme

ago 22, 2015 - Últimas Notícias    No Comments

Membro da AELN participa do Projeto Fortalezas

DSC02112

O jornalista e membro da AELN, Nelson Adams Filho, participou na quinta-feira, dia 21, do Mutirão Verde da Fortaleza de N.S. de Araçatuba, em Florianópolis, a convite do Projeto Fortalezas. Um grupo de 30 pessoas foram selecionadas para participar do evento.

Além de promover a limpeza física do entorno da Fortaleza de Araçatuba, localizada na baia Sul da Ilha de Florianópolis, atividade realizada por soldados do Exército e da Marinha, o Mutirão marcou o início de ações culturais do Projeto Fortaleza naquele local. Atualmente o acesso à Fortaleza é restrito, permitido apenas com autorização da Marinha do Brasil.

O jornalista Nelson Adams Filho aproveitou a atividade para colher mais subsídios para o livro que está produzindo sobre a viagem de D. Pedro I ao Sul do Brasil, em dezembro de 1826, durante a Guerra Cisplatina. Conforme seu Itinerário de Jornada, anexado à carta que escreveu à Imperatriz Leopoldina desde Porto Alegre, em 8 de dezembro daquele ano, D. Pedro informa que esteve na Fortaleza de Araçatuba e dali iniciou sua jornada a cavalo desde Desterro (Florianópolis) até Porto Alegre.

A Fortaleza de Araçatuba integra o complexo de cinco fortalezas instaladas na Ilha de Florianópolis para defender a região da invasão dos espanhóis que se concretizou em  1777. As estruturas foram construídas sob supervisão do Brigadeiro Silva Paes.

O Projeto Fortalezas é coordenado pelos arquitetos Roberto Tonera e Mário Mendonça de Oliveira e tem por base “As Defesas da Ilha de Santa Catarina e do Rio Grande de São Pedro, 1876”, trabalho elaborado àquela época por José Correa Rangel, um engenheiro da Infantaria do Exército Imperial. Há um mês foi lançada uma nova e luxuosa edição desse Projeto pela Editora UFSC com apoio da Lei de Incentivo à Cultura.

O Projeto vem sendo divulgado e apresentado em âmbito nacional e internacional. O arquiteto Roberto Tonera participa no próximo dia 26, no México, de um Encontro Internacional de Fortes e Fortalezas, onde apresenta o Projeto.

Fonte: Assessoria de Imprensa da AELN

ago 15, 2015 - Últimas Notícias    No Comments

AELN na inauguração da Sala de Leitura da Escola General Luis Dêntice

No dia 14 de agosto, sábado a tarde,  às 16horas, foi inaugurada a Sala de Leitura da Escola Municipal de Ensino Fundamental General Luis Dêntice, em Tramandaí. Inauguração contou com a presença de Carmem Regina de Oliveira, escritora da AELN. A proposta elaborada pela Diretora Dulcelei Panatta,  foi a de proporcionar a cada aluno momentos de pura magia, imaginação e encantamento.

11028006_1024609134239492_7429684556877869283_n

11880545_1024608987572840_2256047202275614286_n

11900088_1024621390904933_4683159692260933090_n

11903913_956424084396663_8207729842303538266_n

Fonte: Assessoria de Imprensa AELN

ago 15, 2015 - Poemas    No Comments

Tempos remotos

Por Evanise Bossle

Faz  algum tempo que não escrevo,
Estou lendo e meditando
Assistindo filmes,
Relendo poemas que escrevi em épocas remotas.
Palavras oblíquas, versos musicais,
Dramas temperamentais,
Discursos mudos sobre o fim do mundo.
Antigas memórias de amores mortais
Esses …que  pensava eternos.
Ah vida!!! Como muda essa jornada,
E transborda de emoções banais,
Hoje passeio pela existência mais conformada,
Descobri que não adianta nada maltratar meu coração.
Vou  continuar lendo muito, aprendendo mais e mais
A cada dia ter menos pena de mim e mais da humanidade.       

ago 3, 2015 - Poemas    No Comments

Pátria perdida

Por Evanise Bossle

Território de inevitáveis considerações
e violentas lembranças.
Território de pequenas realizações,
promessas desmedidas,
imensuráveis.
Território infeliz, onde o
tédio faz contraste com
o inconstante enigma da
mente humana,
onde somente os fortes sobrevivem,
os fracos são soterrados
e agonizam
entre os destroços
da civilização destruída.
Território injusto,
contraditório, promíscuo e violento,
onde sublimes sonhos são
levados com as tempestades
de humor
e morrem na praia.

jul 27, 2015 - Últimas Notícias    No Comments

Anderson Costa lança livro em Osório

O escritor Anderson Alves Costa estará lançando seu novo trabalho, Pedagogia da Prática, dia 31 de julho, às19h30min no Espaço Cultural Conceição, em Osório.

O livro Pedagogia da Prática: a Politecnia e a Pesquisa docente e discente na Escola aborda a prática e a vivência do autor, que é professor de Seminário Integrado e de Língua Portuguesa na Escola Ildefonso Simões Lopes (Rural), em Osório, bem como reflexões sobre a relação dialógica docente/discente no atual modelo de ensino de ensino médio no RS, com a implantação do Ensino Médio Politécnico, em que a pesquisa é usada como princípio pedagógico.

Pedagogia da Prática a Politecnia e a Pesquisa docente e discente na Escola_Anderson Alves

Para a professora Angelita Rocha, “este livro não traz utopias. Ao contrário, procura demonstrar o quanto a realidade do professor/educador pode ser saborosa, se devidamente apreciada.”. Estamos sedosos por respostas, mas esquecemos de que são as perguntas que nos movem. Seguindo essa linha de raciocínio, o professor Carlos Dalpaz escreveu que “a Pedagogia da Prática chega num momento que precisávamos parar, e refletir sobre nossa caminhada até aqui, passa¬dos os primeiros três anos. No livro que ora dedicamos estas linhas escritas, podemos perceber um docente preocupado não só com seu fazer pedagógico, mas também com seus colegas educadores.”.

A experiência de Anderson Alves Costa em sala de aula – enriquecida com desafios e recompensas –, aqui representada por registros prático-teóricos, contendo relatos de experiência motivadores, os quais servirão e muito de inspiração professores educadores. Além de textualização e formatação, de estudos linguísticos e gramáticos, o autor, com os demais colegas professores, é responsável por ministrar aulas voltadas ao ensino dos processos de investigação científica e de produção de textos técnicos, como ensaios e artigos científicos. Por isso, o conteúdo aqui expresso não é fruto de teorias fragmentadas, e sim de uma prática registrada constantemente em pequenos caderninhos, que culminou na elaboração de seis belos ensaios.

Neste livro, que mais parece um relato de experiência pela forma como os temas são tratados, encontrar-se-ão textos que elucidam discussões sobre o professor que precisa ser pesquisador/autor; os desafios de planejar de forma coletiva e interdisciplinarmente, mesmo sem tempo e espaço disponíveis para discutir/ressignificar saberes e práticas; a leitura na era tecnológica; o constante diálogo entre o professor mediador e o jovem pesquisador em busca do saber integrado; o Ensino Médio Politécnico e seus processos avaliativos; e sobre a importância dos projetos artístico-pedagógicos e de pesquisa no ensino básico.

Segundo o professor Dr. Adelar Hengemühle, que fez o prefácio, “o lançamento desse livro não é por acaso”, porque o autor “vive a prática docente e a partir de sua experiência reflete o pensamento teórico.”.

Pedagogia da Prática ajudará a iluminar a caminhada dos professores, os quais convivem atualmente com os novos – e diversos – paradigmas educacionais, sendo o mais contundente atender este jovem contemporâneo sem se desfazer de suas convicções. Este livro não tem o objetivo de trazer novas teorias, mas de suscitar discussões na instituição de ensino onde atuam os professores, o que é primordial para se construir uma escola ideal, em que todos têm espaço para refleti-la e vivê-la o que de melhor ela poder oferecer na prática.

Fonte: Divulgação/All Print Editora

Páginas:«123456789...78»