mar 10, 2017 - Poemas    Sem comentario

O mar

Leda Saraiva

O mar recolhe na areia
Pedaços de sonhos,
Lembranças, risos tristonhos:
Saudades de tantos amores…

O mar embala em seu leito
Tantos amores contidos
Ilusões perdidas
Que vagam nas ondas pra lá e pra cá.

Finda o veraneio: águas de março,
Outro tempo,
“É pau é pedra, é o fim do caminho,
É um resto de toco, é um pouco sozinho.”

Tem alguma coisa a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!


oito × 7 =