Browsing "Poemas"
set 29, 2017 - Poemas    No Comments

Prosa Poética

Prosa Poética

Lourdes Borges

Era 2007
Espalhados
Pela orla marítima
Viviam
Alguns escribas. Como pescadores
Eles também
Pescavam
Mas palavras
Soltas nas
Ondas do mar
E com elas
Expressavam
Sentimentos
Idéias e sonhos.
Um dia
O vento da sabedoria
Os aproximou
E então nasceu
A AELN.
Foi talento
E determinação
Que fez essa
Academia chegar
A esses dez anos
De existência.
Hoje é composta
Por membros dos vários municípios
Litorâneos.
Algumas realizações:
ANTOLOGIA ANUAL
CONCURSO DE POESIAS NAS ESCOLAS
PARTICIPAÇÃO EM FEIRAS DE LIVROS
CAMPANHAS – LIVROS ESPALHADOS DEIXADOS NAS PRAÇAS
ESCRITOR MAIS PERTO DE VOCÊ

Parabéns e Avante ACADEMIA DE ESCRITORES DO LITORAL NORTE –GAÚCHO

set 29, 2017 - Poemas    No Comments

Homenagem à AELN

Homenagem à AELN

Ulda Melo

Entre letras e letrados
De caminhos diferenciados
Desejos culturais acumulados
Ela surgiu…
São dez anos de histórias
Guardadas por nós na memória
Que ao sopro do presente
Nos coloca de frente
Com os palcos da literatura
Saraus, Feiras, Palestras, Cursos
E muitos eventos…
Somos hoje sementes literárias
Espalhando prazer e conhecimento
Academia de Escritores do Litoral Norte
Não se fez só pela sorte, mas com
A garra de seus dedicados membros
Dando vida aos sonhos que temos
Literaturas históricas, fantásticas, contos
E muita poesia…
Segue esperançosa nossa Academia
Estamos hoje de parabéns renovando
Escritas que se vão para além da região
Objetivo por nós trabalhado
Com mente e coração.

mar 10, 2017 - Poemas    No Comments

O mar

Leda Saraiva

O mar recolhe na areia
Pedaços de sonhos,
Lembranças, risos tristonhos:
Saudades de tantos amores…

O mar embala em seu leito
Tantos amores contidos
Ilusões perdidas
Que vagam nas ondas pra lá e pra cá.

Finda o veraneio: águas de março,
Outro tempo,
“É pau é pedra, é o fim do caminho,
É um resto de toco, é um pouco sozinho.”

1º Sarau com Café

O  1º Sarau com Café foi realizado no último dia do mês de agosto e faz parte do início de vários saraus que virão.  Assim nos afirmou a coordenadora do Projeto “O melhor de Tramandaí”, radialista Nancy Damianny que junto a escritora Carmem Regina, acadêmica da AELN- Academia de Escritores do Litoral Norte e a proprietária do Le Café, Fernanda Costa montaram uma tarde agradável e alegre, no Supermercado Nacional de Imbé, onde os livros da AELN estão à venda.

A AELN esteve como convidada, apresentando poesias, poemas, crônicas,  música e canto. Estiveram presentes a diretora de Cultura do município de Imbé, Márcia Bráz e a bibliotecária Bety. Professoras e professores de Imbé e Tramandaí encheram de alegria e complementaram o Sarau lendo poesias e declamando. Nossa escritora e historiadora Leda Saraiva,envolveu o local com sua maravilhosa voz acompanhada ao violão por mais um escritor, também da AELN, Décio Mallmith, que esteve presente com a esposa Elisabete.

Grupo dos escritores da AELN no Sarau em 31.08.16 sarau Nac. com as organizadoras Nancy Damiannt e Carmem ReginaRadialista Nancy Damianny

 

ago 17, 2016 - Poemas    No Comments

Fogão à lenha

Por Carmem Regina

Lembro -me com carinho e saudade daquele tempo de infância. Eu, meu irmão e meu pai em volta daquele fogão à lenha, no cantinho da cozinha. A brasa aquecia aquela quantidade de pinhão, até que ficassem assados, no ponto certo. Meu pai fazia isto com maestria. Não falava muito, mas dentro daquele silêncio havia, com certeza muito amor. Acredito nisso. A saudade e as lembranças ocupam minha mente e meu coração.

Nunca mais comi pinhão assado, nem me sentei em volta do fogão à lenha. O fogão envelheceu e enferrujou com o tempo. Pinhão eu como, mas não dá mesma maneira, e meu pai não está mais entre nós para assá-los na brasa.

ago 17, 2016 - Poemas    No Comments

Não sei quem sou…

Por Carmem Regina
Não sei quem sou
Nem para onde vou,
Não sou mais quem fui.
As vezes sou atriz
Outras , espectador.
Vejo um mundo diferente,
Diferente vejo o amor
Tantas coisas ele dizia 
Hoje, vejo que era mentira.
Tenho a sensação,
Que minhas palavras se foram….
Perderam-se no tempo,
Então sofro
Calada
A cada dia….
Em todo momento.

mar 8, 2016 - Poemas    No Comments

Mulher

Por Carmem Regina

Menina, que brinca
Que sonha e que chora
Mulher mocinha
Desabrocha
Estuda e namora
Nem sabe o que vai ser, quando crescer
Não decidiu, mas no fundo entendeu
Pois é mulher, e já cresceu
Seu brilho vai além
Luta, grita
Cai, levanta
E acredita.
Simples, arquiteta ou professora
Pode ser também enfermeira..
E outras mais…
Mulher! É única
Casada….dona-de-casa…
Torna-se mãe
Cultiva a vida
Cresce a barriga
Vem dela uma vida
Mulher!
De todas as idades
Tia, avó, sobrinha, filha…
Tem sabedoria
De quem amou
Que recomeçou
És dádiva…
És MULHER!!!!!

AELN lança Antologia V

 

Antologia V

AELN lança no próximo dia 14 de novembro, às 15 horas, no Museu de Comunicação Hipólito José da Costa mais uma obra, a Antologia V de contos, poemas e crônicas.

A obra de 164 páginas contou com 22 autores, sendo o prefácio do colega José Carlos Laitano, da Academia Rio-Grandense de Letras.

Os autores: Artur Pereira dos Santos, Cacá Melo, Carmem Regina de Oliveira, Célia Jurema Aito Victorino, Cláudia Duarte, Elza Eliana Lisbôa Montano, Evanise Gonçalves Bossle, Fábian Mariotti, Felipe Daer, Heloisa Mascolo, Janaine da Silva Ferrão,  Leda Saraiva Soares, Luiz Alberto de Souza Pedroso, Maria de Lourdes Borges Werlang, Mário Feijó, Mariza Simon dos Santos, Nelson Adams Filho, Rodrigo da Silva Rocha, Rodrigo Trespach, Silvania Anderson, Suely Eva dos Navegantes Braga, Ulda Melo.

Lançamento Antologia V
Dia: 14.11.2015
Horário: 15h
Local: Museu de Comunicação Hipólito José da Costa, na Rua dos Andradas, 959 – Centro Histórico, em Porto Alegre.

out 19, 2015 - Poemas    1 Comment

O amor e a paixão

Por Bárbara Sofia Barros Telles

O Amor é verdadeiro
A paixão é duvidosa
O Amor é certo
A paixão é enganosa.

Quero um Amor
Não mais uma paixão
E parar de machucar
Esse meu aflito coração.

Mas e você,
Qual seria a sua opinião,
Sobre essa pequena diferença,
Dentre o Amor e a paixão?

 

out 19, 2015 - Poemas    No Comments

Encontro de olhos

Por Karolaine Heckler

A menina dos olhos verdes, olhou nos olhos pretos
No menino havia plumas no lugar dos cabelos
A menina sorriu para baixo
O menino a envolveu em seus braços.
Os olhos verdes sussurraram:“Será que isso é amor?”
As plumas respondiam
“Espero que não resulte em dor.”
Felicidade, carinho, risadas
“Até quando?”
A menina dos olhos verdes se perguntava
Todos os olhos são únicos
Todos te desafiam a desvendar um mistério
Se é verdade ou não
Fica a seu critério.

Páginas:1234567...20»