Browsing "Poemas"
set 3, 2016 - Poemas, Últimas Notícias   

1º Sarau com Café

O  1º Sarau com Café foi realizado no último dia do mês de agosto e faz parte do início de vários saraus que virão.  Assim nos afirmou a coordenadora do Projeto “O melhor de Tramandaí”, radialista Nancy Damianny que junto a escritora Carmem Regina, acadêmica da AELN- Academia de Escritores do Litoral Norte e a proprietária do Le Café, Fernanda Costa montaram uma tarde agradável e alegre, no Supermercado Nacional de Imbé, onde os livros da AELN estão à venda.

A AELN esteve como convidada, apresentando poesias, poemas, crônicas,  música e canto. Estiveram presentes a diretora de Cultura do município de Imbé, Márcia Bráz e a bibliotecária Bety. Professoras e professores de Imbé e Tramandaí encheram de alegria e complementaram o Sarau lendo poesias e declamando. Nossa escritora e historiadora Leda Saraiva,envolveu o local com sua maravilhosa voz acompanhada ao violão por mais um escritor, também da AELN, Décio Mallmith, que esteve presente com a esposa Elisabete.

Grupo dos escritores da AELN no Sarau em 31.08.16 sarau Nac. com as organizadoras Nancy Damiannt e Carmem ReginaRadialista Nancy Damianny

 

ago 17, 2016 - Poemas   

Fogão à lenha

Por Carmem Regina

Lembro -me com carinho e saudade daquele tempo de infância. Eu, meu irmão e meu pai em volta daquele fogão à lenha, no cantinho da cozinha. A brasa aquecia aquela quantidade de pinhão, até que ficassem assados, no ponto certo. Meu pai fazia isto com maestria. Não falava muito, mas dentro daquele silêncio havia, com certeza muito amor. Acredito nisso. A saudade e as lembranças ocupam minha mente e meu coração.

Nunca mais comi pinhão assado, nem me sentei em volta do fogão à lenha. O fogão envelheceu e enferrujou com o tempo. Pinhão eu como, mas não dá mesma maneira, e meu pai não está mais entre nós para assá-los na brasa.

ago 17, 2016 - Poemas   

Não sei quem sou…

Por Carmem Regina
Não sei quem sou
Nem para onde vou,
Não sou mais quem fui.
As vezes sou atriz
Outras , espectador.
Vejo um mundo diferente,
Diferente vejo o amor
Tantas coisas ele dizia 
Hoje, vejo que era mentira.
Tenho a sensação,
Que minhas palavras se foram….
Perderam-se no tempo,
Então sofro
Calada
A cada dia….
Em todo momento.

mar 8, 2016 - Poemas   

Mulher

Por Carmem Regina

Menina, que brinca
Que sonha e que chora
Mulher mocinha
Desabrocha
Estuda e namora
Nem sabe o que vai ser, quando crescer
Não decidiu, mas no fundo entendeu
Pois é mulher, e já cresceu
Seu brilho vai além
Luta, grita
Cai, levanta
E acredita.
Simples, arquiteta ou professora
Pode ser também enfermeira..
E outras mais…
Mulher! É única
Casada….dona-de-casa…
Torna-se mãe
Cultiva a vida
Cresce a barriga
Vem dela uma vida
Mulher!
De todas as idades
Tia, avó, sobrinha, filha…
Tem sabedoria
De quem amou
Que recomeçou
És dádiva…
És MULHER!!!!!

out 19, 2015 - Poemas   

O amor e a paixão

Por Bárbara Sofia Barros Telles

O Amor é verdadeiro
A paixão é duvidosa
O Amor é certo
A paixão é enganosa.

Quero um Amor
Não mais uma paixão
E parar de machucar
Esse meu aflito coração.

Mas e você,
Qual seria a sua opinião,
Sobre essa pequena diferença,
Dentre o Amor e a paixão?

 

Páginas:«1234567...40»