set 25, 2015 - Últimas Notícias    Sem comentario

AELN no Projeto Fortalezas Multimídia

DSC02119

O jornalista Nelson Adams Filho, representando o jornal Diário Gazeta e a Academia dos Escritores do Litoral Norte, participou em São Francisco do Sul, Litoral de Santa Catarina, do workshop de capacitação do Projeto Fortalezas Multimídia. A partir de agora, o jornalista está credenciado a fazer inserções no Banco Mundial de Dados do Projeto Fortalezas que traz quase 2 mil fortificações militares que existem ou existiram no mundo, dentre elas os Fortes São Diogo e Baluarte Ipiranga, em Torres.

Nelson Adams Filho também levou documentação oficial da Prefeitura de Torres, assinada pelo vice-prefeito Ildefonso Brocca, no exercício do cargo, confirmando a exibição da Exposição Itinerante do Projeto Fortalezas. Essa Exposição está atualmente na cidade de Jaraguá do Sul – SC e em janeiro de 2016 se apresentará em Torres.

O Projeto Fortalezas Multimídia é mantido e coordenado pela Universidade Federal de Santa Catarina, com apoio do Exército e de entidades internacionais. No Brasil existem – ou existiram – 520 fortalezas históricas, dentre as quais as de Torres, em 1776 e 1819.

Com a capacitação nesse workshop o jornalista Nelson Adams Filho está credenciado a fazer inserções, alterações, pesquisas para inserir na página referente a Torres no Projeto. Também em Torres está sendo montada uma exposição sobre os Fortes de Torres. Um dos apoiadores da iniciativa é o Rotary Clube de Torres.

Todos os custos iniciais – de passagens, alimentação, materiais para as maquetes – estão sendo bancados pelo jornal Diário Gazeta. A maquete do Forte São Diogo está sendo produzida por Aline Barrim.

A Secretaria Municipal de Cultura e Esportes de Torres, através da secretária Clarice Brovedan e sua equipe de trabalho, está dando apoio à exibição da Exposição Itinerante do Projeto Fortalezas em Torres. As maquetes dos Fortes de Torres e as demais peças que farão parte dessa exposição ficarão em Torres para serem apresentadas nas escolas da cidade e região e em eventos culturais e históricos.

Na foto,o jornalista Nelson Adams Filho tendo ao lado o arquiteto Roberto Tonera, da UFSC, um dos Coordenadores do Projeto Fortalezas Multimídia e membro do Banco Mundial de Dados do Projeto Fortalezas. As demais pessoas da foto são historiadores e professores de São Francisco do Sul, além do sargento Machado, do Forte Marechal Lux existente naquela cidade.O workshop foi realizado nas novas e modernas dependência do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de SC, de São Francisco do Sul.

Em outubro, o Forte Marechal Luz comemora 100 anos de existência, mas São Francisco do Sul já teve outros 2 fortes históricos.

Oa Fortes da Ilha de Florianópolis – são 5 Fortes – recebem uma visitação anual de 400 mil pessoas que pagam ingresso de R$ 8,00 – estudante a metade e idoso grátis – para sua visitação. São as Fortalezas de São José da Ponta Grossa, Anhatomirim, Ratones, Forte de Santana – ingresso gratuito – e Fortaleza de N.S. de Araçatuba – defronte à praia da Pinheira.

Torres também teve 2 Fortes – alias os únicos entre a Ilha de Santa Catarina e Rio Grande – e está inserida no Projeto Fortalezas e Banco Mundial. Só que desconhecia essa participação que foi levantada pelo jornalista Nelson Adams Filho.

Fonte: Assessoria de Imprensa AELN

Tem alguma coisa a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!


1 × seis =