jul 5, 2022 - Últimas Notícias   

Rodrigo Trespach recebe a Ordem do Mérito do Livro

Em cerimônia realizada no Rio de Janeiro, o historiador gaúcho Rodrigo Trespach

recebeu na última sexta-feira (01/07) a medalha Ordem do Mérito do Livro, da

Biblioteca Nacional.

A BN é depositária do patrimônio bibliográfico e documental

brasileiro e uma das mais importantes instituições do país, a maior biblioteca da

América Latina, sendo considerada uma das mais significativas do mundo.

A Ordem do Mérito do Livro foi criada em 1984 e entre seus principais laureados

estão o bibliófilo José E. Mindlin; o editor Luiz Schwarcz, empresário Adolpho

Bloch, o poeta Carlos Drummond de Andrade e o arquiteto Oscar Niemeyer.

Em 2022, a condecoração foi concedida a duzentos nomes, em alusão ao

Bicentenário da Independência (1822-2022) e dividida em dois momentos. Pela

manhã, receberam a homenagem intelectuais, escritores, historiadores,

professores universitários e instituições e universidades que têm contribuído para

o engrandecimento da BN, com difusão do livro e da cultura de modo geral. À

tarde, a medalha foi entrega a políticos empresários considerados amigos da BN.

Autor de dezesseis livros, Trespach esteve ao lado de escritores renomados, como

Carlos Nejar e Nélida Piñon — patrono da Feira do Livro de Porto Alegre 2022 e

ex-presidente da Academia Brasileia de Letras, respectivamente —, além de

diversos nomes de peso, entre historiadores, juristas e musicistas.

A medalha foi entregue pelo presidente da Fundação Biblioteca Nacional Luiz Carlos Ramiro Jr.

Rodrigo foi um dos fundadores da Academia de Escritores do Litoral Norte-RS, em 2007, e seu presidente em duas oportunidades. Como sócio-honorário, ocupa a cadeira número 1 da AELN, cujo o patrono é Antônio Stenzel Filho.

Texto: Assessoria de Imprensa

maio 14, 2022 - Últimas Notícias   

A Academia de Escritores do Litoral Norte retoma suas reuniões presenciais pós-pandemia

A Academia de Escritores do Litoral Norte Gaúcho, após dois anos de pandemia, realizou na tarde deste sábado (14/05), sua primeira reunião presencial. A reunião aconteceu na Biblioteca Pública de Balneário Pinhal e contou com a participação da Prefeita da cidade, a professora Márcia Tedesco, e do Diretor de Cultura, o cantor Daniel Maíba.

Nesta reunião deliberamos sobre a Antologia XI da AELN, que levará o título de PalavrAção e reunirá a produção literária de nossos acadêmicos. Também tomara posse a acadêmica Ilana Lehn, que ocupará a cadeira número 34 da Academia. A AELN agradece a prefeitura de Balneário Pinhal pela gentil acolhida.

Pode ser uma imagem de 11 pessoas, pessoas em pé e área interna
abr 23, 2022 - Últimas Notícias   

Reunião de abril

23 de abril, Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor.

Na tarde deste dia tão significativo àqueles que têm amor pelos livros, a Academia de Escritores do Litoral Norte – RS reuniu seus acadêmicos para a sua tradicional reunião mensal.

Definimos, em colegiado, que a reunião de abril foi a última a ser realizada no modo on-line. Retomaremos as reuniões presenciais, lançando, para isso, o calendário de reuniões a serem realizadas de forma itinerante, de sul a norte do Litoral Norte, nas cidades que têm a representação de acadêmicos efetivos.

Entre outros assuntos abordados, a formação da comissão para a Antologia XI da AELN e, especialmente, a apresentação do Acadêmico Paulo Martins, autor dos livros “Raízes na Areia” e “Roraima, 1976”, que ingressara em março à Academia.

Pode ser uma imagem de 10 pessoas e texto
mar 2, 2022 - Fragmentos Literários, Poemas   

Poema carnavalesco

Desfile de Ilusão

Cantam e rimam, num mar de cor

Bate o pandeiro, falam de amor

Lá vai o povo, sem divisão

Abrindo alas do meu coração

Do alvoroço à fantasia

Gingam os versos da poesia

Nesta avenida, uma paixão

Pula no peito de um folião

Ela, porta-bandeira, eu mestre-sala

Do sonho acordo, o samba cala

Foi um desfile de ilusão, meu carnaval

Eu bem sabia, tudo são cinzas ao final.

Poema de Gabriel Fernandes e arte de Sonia Brusius.

Desfile de Ilusão é um poema do acadêmico Gabriel Fernandes, publicado em seu segundo livro de poemas, Flanar dos Passos. Este poema também fora musicado, em ritmo de marchinha, pelo músico Jorginho Dominguez.

mar 2, 2022 - Fragmentos Literários, Poemas   

Fim do Carnaval

FIM DO CARNAVAL

Fim de festa, fim de sonhos talvez.

Terminado todo o poder da sedução

e sem mais esforços, retira a máscara

e retorna para casa.

Fim do cenário, o frio chega

e subjuga o calor da paixão,

e os sonhos todos se vão.

Fim da música, apenas murmúrios.

nos cantos da sala quase vazia,

e a poeira que pairava no ar,

assenta-se calma;

fim de multidão.

Fim da conversa, da bebedeira,

não há mais anseios, o tempo passou

e passou tão depressa que ninguém nem notou.

Fim dos enigmas, das rimas,

das vozes ousadas, da alegria.

O tempo passou

e passou tão depressa

que ninguém nem notou.

Resta a lembrança, amiga,

prima-irmã da esperança,

que nos abraça e feito barcaça

nos leva pro mar dos anseios mais íntimos

e deixa apenas que o destino nos guie,

pois o tempo passou

e passou tão depressa

que ninguém nem notou.

Poema retirado do livro Ícones do Tempo, de Evanise Bossle.

Páginas:1234567...158»